6.16.2010

Obsessões?

Será amor, ou apenas uma obsessão?
Havia um dia em que te amava, mas essa dia passou e encontro-me a desejar saber se estou obcecado por ti. É mau ouvir isto mas a verdade custa, certo?
Foste única, tanto como na amizade como no amor. Encontrei em ti a mulher perfeita, até te conhecer profundamente. Ninguém é perfeito, tal como eu, tenho problemas com ciúmes mas faço um esforço para "ultrapassar os obstáculos".
Todos os dias pergunto, a mim mesmo: alguém será tão importante como ela foi ricardo? já procuraste outras pessoas? não estás farto de tentar tê-la sabendo que ela já seguiu em frente? - E a minha resposta é sempre Sim, sim e sim.
Mas cometo sempre o mesmo erro, e nessas pessoas procuro um pouco de ti, o que nunca é boa ideia.
Uma vez perguntaram-me: essa rapariga vale ouro Ricardo?! - e a minha única resposta é: sim vale, ela para mim vale ouro. Foi nela que encontrei o verdadeiro valor da amizade.
As pessoas fartam-se de me ver "afundar" e não fazer alguma coisa contra isso.
Tentei ser teu amigo mas por trás disso anseio ter-te nos meus braços e puder sussurrar-te ao ouvido: Amo-te como nunca amei alguém.
A partir de agora, vou tentar esquecer-te. Nada de ilusões ou esperanças, mas sim uma realidade e essa é: não queres nada comigo.
Portanto Lucília, até um dia.


2 comentários:

hello and goodbye disse...

Oh, identifico-me tanto com este texto! Já tive uma fase assim... Eu e o meu amor, acabamos. E dez meses depois voltamos! Mas, durante esses 10 meses, passei por tudo o que escreveste no texto... Tentava sempre procurar coisas que as pessoas me diziam que me levavam a ele, e sempre que uma amiga minha me contava algo com o namorado "pois , é o pedro também dizia o mesmo a mim" (um exemplo). Muita força, e nunca desistas do que que amas, até que as esperanças se esgotem! beijinho*

Diana disse...

ricardo ><

Enviar um comentário